Apologético

Eu não voto em pastores!

Presid

Por Thiago Schadeck

A paz do Senhor!

Quero deixar bem claro que eu voto em cristãos, desde que ele não utilize o título de Pastor para angariar votos.

Tenho visto alguns embates acirrados por conta de religião dos políticos. Há um sem número de pastores se candidatando nessas eleições. Desde deputados estaduais ao cargo de presidente da República encontramos algum(a) Pastor(a) Fulano(a) de tal. 
Acho extremamente importante que os cristãos se envolvam com a política, fazendo sua parte como cidadão, cobrando das autoridades que elas cumpram as promessas feitas enquanto ainda estavam em campanha. Devemos lutar pelo cumprimento de nossos direitos e não dar sossego a políticos corruptos, sejam de qual partido ou religião for. O problema acontece quando o cargo eclesiástico é colocado como qualidade para ser eleito um defensor do povo. Eu, particularmente, não voto em nenhum candidato que se identifique como pastor. 

Abaixo vou listar alguns motivos. Lembrando que são pessoais e você tem todo o direito do mundo de concordar ou não.

Não conheço ninguém que a mãe tenha registrado no cartório com o nome de “Pastor”
Nunca vi ninguém, fora do seu local de trabalho, se apresentando como “Gerente José”, “Padeiro Roberto”, “Dentista Cláudio” e etc. Se não é costumeiro utilizar o cargo (ou profissão) antes do nome quando nos apresentamos, por que raios os Pastores fazem questão de se apresentar como “Pastor Fulano”?
Há uns 20 anos, ser pastor era uma questão de orgulho – no bom sentido – para qualquer um, porque eram conhecidos como homens honestos, sérios, que ajudavam aos que necessitavam, mas atualmente isso tem mudado tanto, o título ficou tão chinfrinho pra alguns, que na primeira oportunidade se autonomeiam Bispos ou Apóstolos.

Direta ou indiretamente, faz voto de cabresto
Prefiro acreditar que seja sem querer, mas quando um pastor se candidata toda a igreja e sua estrutura passa a apoiar o candidato. O membros são coagidos, ainda que de forma velada, a votar em seu líder. A força de influência da igreja deixa de ser usada para trazer pecadores à Cristo e passa a ser usada para trazer votos ao líder.

Ser pastor não significa ser preparado para exercer um mandato
Não é porque o cidadão “administra” uma igreja que ele será um bom político. O pastor pode ser um ótimo administrador eclesiástico e um péssimo administrador público. Qualquer que seja o candidato que eu for votar, deve ter pelo menos ensino superior e provar que está preparado.
Infelizmente muitos Pastores mal sabem gerir os conflitos da própria igreja, tem sua vida financeira totalmente bagunçada, sua casa é a verdadeira casa da mãe Joana. Não administra bem sua casa, vida, família, igreja, como vai administrar um estado ou um país?

Quem vai cuidar da igreja na ausência dele?
Entendemos que ser pastor é um chamado que necessita de muita dedicação, tempo, cuidado com os que o Senhor colocou para serem apascentados por ele. Um pastor que deixa a igreja em segundo plano para ser político deve renunciar o título de pastor (ainda nas eleições) e se tornar um político de fato.
Esse pastor deve abrir mão de todos os auxílios que a igreja lhe dá, seja moradia, salário, carro e etc., visto que ele recebe esses auxílios porque se dedica em tempo integral a obra. 
Se você, pobre mortal, quiser se candidatar vai ter que sair do seu emprego para fazer a campanha e isso implica em não ter mais qualquer beneficio financeiro.

Porque cansei de pastores fazendo besteira na política e sujando, ainda mais, o nome da igreja
Não são poucas as denuncias comprovadas contra a bancada evangélica. Na maioria dos escândalos políticos que acontecem tem pastores ou evangélicos envolvidos.
Rola até oração da propina, clique aqui e confira.
Vá no Google e pesquise a vida desses pastores que estão envolvidos com a política e veja a ficha corrida desses cidadãos.

Creio que haja os bons, porém prefiro não arriscar.

Fico com a frase de Billy Grahan:
“Eu não vou deixar de ser embaixador da pátria celestial, para ser simplesmente, presidente dos Estados Unidos”.

Antes de votar em alguém porque é irmão em Cristo, avalie se você entregaria todas as suas economias nas mãos dele para ele administrar.

Deus te abençoe

 

Anúncios

Um comentário em “Eu não voto em pastores!

  1. Eu nao acho mas tenho a certeza que os pastores qui sao dono de rebanho e deixarem as ovelhas para ir atras da politica, o exemplo é do nosso Jesus qui nao tinha nada aver e nem se metia na politica, lembra quando Ele disse daí de cesaro o qui é de cesaro e daí de Deus o qui é di Deus. Com tudo posso dizer deixa a politica para os politicos, deixa o impio o seu caminho

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s