Não Categorizado

Pastor, não aguento mais apanhar do meu marido!

image

Por Thiago Schadeck

Após o culto de domingo, uma irmã pede para ter uma conversa particular com o pastor, que a convida a ir até seu escritório. Chegando no gabinete pastoral, a irmã começa a chorar e desabafar:
– Pastor, eu quero me separar do meu marido! Não aguento mais apanhar e ser xingada na frente dos meus filhos. Eatou apanhando todos os dias há dez anos e não aguento mais!
– Irmã, fique calma – pediu o pastor – vamos pensar o que a Bíblia diz a esse respeito.
– Ela diz – continuou o pastor – que aqueles que são humilhados hoje, logo serão exaltados. Diz  também que o homem é o cabeça da mulher e que ela deve lhe ser submissa para agradar a Deus e o apóstolo Paulo diz que a mulher garanhá o marido em silêncio, ou seja, apanhe quieta, não fale nada, assim ele verá a diferença em você. Aleluia!
– Mas pastor, como vou aceitar ele dando tapa na minha cara e me tratando como uma qualquer na frente dos meus filhos? – Retrucou a irmã.
– Varoa, Jesus disse que aqueles a quem Deus uniu, que não separe o homem. Você quer viver em maldição e ir para o inferno por ter se separado dele? Paulo diz que nossa tribulação aqui é leve e momentânea, não precisa de desespero.
– Olha irmã,  Deus está me mostrando você muito feliz entrando pelas portas da igreja com seu marido restaurado e servindo a Deus. Não temas, Ele é contigo.
– Pastor, eu creio que Deus pode mudar ele, mas pela justiça brasileira eu deveria denunciar esses abusos e manter ele longe de mim.
– Desculpe irmã, mas a senhora não tem fé. Nunca leu Hebreus que diz que o Senhor é a nossa justiça? Você confia ou não em Deus?
– Confio, pastor. Vou fazer o que o senhor está dizendo – disse a irmã despedindo-se.

Ao chegar em casa encontrou o marido totalmente bêbado e agressivo, como sempre. Ela entrou quieta, mas ele a puxou pelos cabelos e começou a socá-la. Lembrando do que o pastor havia dito, ela não esboçou qualquer reação e deixou que ele a espancasse sem qualquer problema. Ela ficou irreconhecível, foi a pior surra de sua vida, não conseguia se mexer, estirada ali no chão.
Quando seu filho chegou e a viu caída e ensanguentada buscou ajuda para socorrê-las, mas já era tarde demais,  uma hemorragia interna já havia levado sua vida. A irmã morreu após algumas horas de internação.
No velório o pastor pediu que todos prestassem atenção no seu pequeno sermão.
– Irmãos, essa era uma irmã muito querida, frequenteme nos cultos e trabalhos da igreja e que infelizmente não conseguiu vencer essa batalha. Foi da vontade de Deus que essas coisas acontecessem para que Ele pudesse recolhe-la.
– Ei pastor – disse um jovem, amigo do filho da irmã – você pode explicar, por favor, como Deus se agrada em ver uma familia com dois adolescentes órfãos de mãe e com o pai preso por tê-la matado?
O pastor saiu e deixou a pergunta no ar. Lembrou-se dos conselhos que havia lhe dado e pensou que poderia ter mudado o fim trágico dessa história.

Reflita sempre antes de dar conselhos a alguém e lembre-se que a Biblia não é um amontoado de versículos soltos para você ficar juntando ao seu bel-prazer.

Que Deus nos abençoe e dê sabedoria!

Facebook: http://www.facebook.com/PregandoaVerdade
Twitter: http://www.twitter.com/pregandoverdade

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s