Não Categorizado

Vai uma macumba gospel ai?

image

Por Thiago Schadeck

Vai uma macumba gospel ai?!?

Claro que você não vai ouvir essa pergunta vindo de algum púlpito por ai, mas com certeza você vai ouvir com o nome de ato profético, ponto de contato, atitude de fé, entre outros. Muitos pastores perceberam e se entregaram à cultura mistica brasileira, que considera válida todas as formas de busca a Deus. Certamente você conhece pessoas que são católicas, lêem livros da Zibia Gasparetto, assistem os filmes do Chico Xavier, vão ao centro espírita tomar um passe de vez em quando e pedem oração ao vizinho crente, quando passa por problemas. Isso acontece  por conta de nossa formação cultural que misturou os portugueses – católicos; os índios – com sua cultura e seus deuses; e os africanos – com sua crença fortemente baseada em um mundo espiritual “manipulável “, tanto para o bem quanto para o mal. Assim nasceu a religiosidade ecumênica do brasileiro.
Muitas igrejas evangélicas, principalmente as neopentecostais, perceberam que isso poderia ser atraente e começaram a usar tais artimanhas a fim de alcançar as pessoas.
Vejamos algumas dessas “macumbas” que foram revestidas com uma capa gospel:

Oração contrária:
Há quem acredite que a oração contrária realmente tem poder. Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre isso, então vou te explicar com um exemplo simples: eu desejo a liderança de um determinado ministério, mas meu pastor decide dar a outro irmão,  a partir daí minha oração é para que esse irmão não consiga dar conta do que lhe foi entregue e as coisas comecem a dar errado. Sim, é coisa de crente, mas é demoníaco. Quem quer ver uma parte do seu corpo sofrendo e fracassando? Ninguém! Só deseja o mal do Corpo quem não faz parte dele.
Se você ainda acredita nessa história de oração contrária, sugiro que medite na história de Balaão (Números 22 e 23), principalmente Números 22:12 em que o Senhor diz a Balaão que não amaldiçoe o povo de Israel, pois Ele já havia abençoado. Nós já fomos abençoados em Cristo Jesus através de sua morte vicária na cruz do Calvário.

Oração em copo d’água
Quem nunca viu no rádio ou na tevê um pastor dizendo: “coloque o copo d’água em cima do aparelho que eu vou orar”?
Certamente todos já tiveram essa experiência. Muitos usam isso como um ponto de contato ou de fé, crendo que aquela água realmente terá um poder sobrenatural após a oração.
O que poucos sabem é que essa é uma prática espírita. No centro, o medium “abençoa o copo d’água e dá ao fiel que veio se consultar, como forma de distribuir os bons fluidos pelo seu corpo. É como se a água portasse a bênção. Nada diferente das igrejas evangélicas que o praticam. Colocam toda a responsabilidade na água com o “poder do homem de Deus”.
Agora, proponho a você o mesmo desafio que fiz a várias pessoas que defendem essa prática: se conseguir me provar, biblicamente, que essa água chega onde a minha oração não alcança, eu bebo um galão de 20 litros.
Lembre-se que nós,  cristãos, andamos por fé e não por o que vemos  (1 Coríntios 5:7).

Objetos ungidos:
Tal como a água, hoje os pastores e apóstolos modernos ungem tudo, à torto e à direita. Hospitais tem revistado os crentes que vão fazer visitas eapirituais, pois passavam óleo “ungido” em equipamentos, sondas e agulhas dos pacientes, aumentando significativamente as chances de infecção. Ungimos casas, carros, carteira de trabalho, curriculo e tudo mais que nos vier à mão. Qualquer coisa passa a “ser de Deus” depois de uma lambusada de óleo.
Por outro lado, tem os objetos dados como ungidos. Nessa categoria entram os lenços, rosas, sais, cajados, martelos e qualquer outra coisa que a mente idolatra do ser humano puder produzir. Esses objetos são, normalmente, entregues a quem faz um voto  (financeiro) com Deus e, supostamente, tem o poder de resolver qualquer tipo de problema. Imagine que se seu filho está envolvido com drogas, basta colocar o lencinho ungido debaixo do travesseiro e ele será liberto. Simples, não? Mas por que só “funciona” com alguns poucos? Apenas porque é uma simpatia como qualquer outra.

Votos
Sim, os votos são bíblicos e não há nada de errado em você fazê-lo. Mas de um tempo pra cá eles tem tomado uma proporção que não é biblica. Estão ensinando a manipular a Deus através de votos financeiros e ofertas gordas. Esse “deus” ganancioso revela a toda hora que alguém tem de lançar um voto para “abençoar” o povo. Interessante que também não são todos os que entram nesse voto alcançam o que foi prometido e isso é muito simples de se explicar. Não alcançam porque não foi Deus quem prometeu e sim um homem ganancioso que precisa aumentar o caixa de sua igreja.
Por que os votos são sempre atrelados à ofertas? Por que não lançam um voto de ler um capítulo da Bíblia e orar, pelo menos 10 minutos por dia?

Lamentevelmente a igreja tem perdido o seu foco de anunciar a Cristo, e ele crucificado. A glória de Deus tem sido dividida com homens que dizem falar e agir pela ação dEle, mas que na verdade querem inflar, ainda mais, seu ego.
Voltemos ao centro do evangelho, louvando e adorando a Deus, buscando conhecê-lo mais a cada dia, para que assim sejamos bênção aos que nos rodeiam.

Reflita e medite se a espiritualidade que seguimos é, de fato, o que Cristo ensinou. Se concluir que não,  mude. Lembra-te de onde caiu.

Facebook: http://www.facebook.com/PregandoaVerdade
Twitter: http://www.twitter.com/pregandoverdade

Anúncios

Um comentário em “Vai uma macumba gospel ai?

  1. Prezado Pr. confesso que gosto muito das verdades apresentadas pelo Sr. atraves das mensagens, muito bom . abracos. JONAN

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s