Não Categorizado

A igreja exploradora!

image

Por Thiago Schadeck

Esse texto é um compilado de histórias que ouvi e presenciei durante minha vida, e em alguns trechos a minha própria história. Não vou identificar quando estiver falando de mim para não expor a igreja e nem as pessoas envolvidas.

A cada dia são abertas centenas ou talvez milhares de igrejas no Brasil. Nem sempre sob a direção do Espírito Santo e nem com a pessoa certa à frente, o que pode ser uma enorme tragédia anunciada. Um pastor despreparado é o maior mal que pode acontecer a uma comunidade de fé. Se o líder não é apto a fazer o básico necessário imagine quando se deparar com problemas mais sérios?
Em toda a minha caminhada no evangelho já ouvi e fui testemunha de muitas situações em que a igreja sugou seu pastor ou seus membros e que poucos conseguiram superar o mal que se abateu sobre eles.

Igrejas com pastores “soberanos”, onde eles que decidem tudo na vida dos membros: onde trabalhar, com quem namorar e casar, quando ter filhos, se e para onde viajar e etc. Nessas igrejas, tudo o que o líder (normalmente apóstolo) diz é lei. Ninguém ousa questionar o “boca de Deus” para a igreja. Os crentes dessas igrejas não sabem pensar e tem medo de agir por si próprios, porque imaginam que se assim fizerem, Deus não estará com eles. Lamentavelmente esse tipo de igreja e relação líder-membro cresce a cada dia e de forma inacreditável.
Existem também aquelas igrejas que tem verdadeira ganância por crescimento, para esses líderes o que importa é a igreja lotada, custe o que custar. Os membros são constrangidos a trazer pessoas para a igreja (não que isso seja ruim, mas deve ser natural, Incentivado e não obrigado), quem não participa de todos os trabalhos e não vai a todos os cultos é visto como um crente frio, que não se envolve nos projetos que são sonhos de Deus para a igreja. São obrigados a colaborar financeiramente com qualquer projeto novo e muitas vezes não tem a mínima satisfação de onde o dinheiro foi investido.
Nessa mesma linha, tem as igrejas exploradoras, que exigem de seus membros e obreiros que dêem a sua vida toda à denominação. Estudar? Não precisa, Deus é quem vai abrir as portas pra você. Trabalhar? O mínimo possível, foi Deus quem te colocou lá e você tem que honrar isso indo à igreja todos os dias. Lembre-se que se falhar nessa honra, Deus tira seu emprego para você aprender. Cuidar da família? Esqueça isso, a não ser que você ame mais a sua familia que a Deus, mas nesse caso prepare-se para passar por muitas dificuldades em casa, foi uma escolha sua! Seu casamento é fruto da união de Deus e seus filhos herança do Senhor, eles não precisam tanto de você quanto a igreja.
Por causa dessas sandices, quando precisamos de bons médicos, advogados, engenheiros para a igreja, temos de buscar fora. Por isso também temos tantos “cultos de prosperidade”, estão ensinando a vagabundagem aos seus membros – trabalhe pouco e ganhe muito com Deus. Famílias estão sendo destruídas porque os pais ficam enfiados na igreja e não percebem seus filhos indo a passos largos para o mundo das drogas e do crime, o divórcio entre crentes cresce a cada dia, chegando aos mesmos níveis dos não crentes.
Um pastor na rádio, um dia desses, disse que em sua igreja só tem duas exigências para participar da ceia: ser batizado e estar com os dízimos em dia. Antes de entrar no templo, o membro tem que constrar em uma lista de “permissão” para cear, caso contrário é constrangido a ficar do lado de fora e não pode nem assistir o culto. Visitantes são proibidos nesse dia. Nas entrelinhas, a mensagem é: se não quer passar vergonha na ceia, seja dizimista. É uma forma de manter o caixa da igreja em um bom nível, não importa o que a Bíblia diz.

São várias situações vistas, ouvidas e vividas, em quase 30 anos de evangelho tenho visto e vivido de tudo. Coisas boas e ruins. Isso só me dá mais força e vontade de lutar por uma igreja sadia e que liberta ao invés de aprisionar. Não podemos colocar julgo naqueles que Cristo já garantiu a liberdade. Não temos o direito de interferir na vida de ninguém, nosso papel é orientar biblicamente, imitando a Cristo e orar para que o Espírito Santo faça a transformação necessária na vida dessas pessoas.

Sei que há diversas outras situações que não foram expostas aqui. Se você quiser conversar, desabafar, contar a sua história, deixe um comentário (não aprovo e ninguém vê) ou mande um e-mail para schadeck03@hotmail.com

Deus te abençoe

Facebook: http://www.facebook.com/PregandoaVerdade
Twitter: http://www.twitter.com/pregandoverdade

Anúncios

2 comentários em “A igreja exploradora!

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s