Não Categorizado

E se você encontrar Hitler no céu?

image

Por Thiago Shadeck

Imagine você chegar ao céu, todo feliz e sorridente, e lá encontrar ninguém mais, ninguém menos que o alemão Adolf Hitler. Sim, ele mesmo! O ditador alemão que matou brutalmente e com requintes de crueldade mais de 6 milhões de judeus. Aquele cara que exalava ódio pelos poros, que transpirava maldade, que tinha raiva em seu olhar, agora passará a eternidade ao seu lado, louvando e exaltando a Deus.
Qual seria sua reação: Iria tirar satisfações com Deus e alegar que ele errou ou O glorificaria por ter salvo um pecador, aparentemente, irremediável?

Eu não posso afirmar que Hitler foi salvo, mas posso garantir com toda a certeza que Deus tem poder para isso! A salvação é algo que pertence a Deus e sua soberania é incompreensível à mente humana. Não sabemos o que se passou na mente e no coração de Hitler em seus últimos segundos de vida. O Espírito Santo pode tê-lo tocado e causado um arrependimento verdadeiro, produzindo a salvação. Claro que não concordo com as práticas de Hitler, e não devemos deixar, em hipótese alguma, que isso aconteça novamente. O holocausto foi um dos piores episódios da história da humanidade, que não poupou, sequer, as crianças.

A Bíblia mostra claramente que Deus não tem predileção pelos bonzinhos e nem faz disso uma prerrogativa para a salvação. Existem dezenas de versículos que mostram a bondade de Deus, principalmente, com os que ninguém dava qualquer valor. Vejamos alguns:

Aqueles que invocam a Deus, são salvos:
“Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” (Romanos 10:13)

A salvação vem pela graça de Deus e não pelas nossas obras:
“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não vem das obras, para que ninguém se glorie.” (Efésios 2:8-9)

Deus salva quem Ele quer:
“Porque diz a Moisés: Terei misericórdia de quem me aprouver ter misericórdia, e terei compaixão de quem me aprouver ter compaixão.” (Romanos 9:15)

Deus salva quem não merece, como o ladrão da cruz:
“Respondeu-lhe (ao ladrão) Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.” (Lucas 23:43)

Deus salvou um grande perseguidor da igreja:
Eu, na verdade, cuidara que devia praticar muitas coisas contra o nome de Jesus, o nazareno; o que, com efeito, fiz em Jerusalém. Pois havendo recebido autoridade dos principais dos sacerdotes, não somente encerrei muitos dos santos em prisões, como também dei o meu voto contra eles quando os matavam. E, castigando-os muitas vezes por todas as sinagogas, obrigava-os a blasfemar; e enfurecido cada vez mais contra eles, perseguia-os até nas cidades estrangeiras.” (Atos 26:9-11)

Perseguidor esse que se julgava o maior dos pecadores:
Fiel é esta palavra e digna de toda a aceitação; que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais sou eu o principal; mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, o principal, Cristo Jesus mostrasse toda a sua longanimidade, a fim de que eu servisse de exemplo aos que haviam de crer nele para a vida eterna.” (1 Timóteo 1:15-16)

Existem ainda outros versículos que não postarei aqui, mas te convido a buscar em sua bíblia, temas como graça e salvação.

Para encerrar, lembro que Jesus, sim o próprio salvador da humanidade, não se empolga com boas obras. Pelo contrário, ele afirma categoricamente que chegarão pessoas a ele no último dia exibindo seus currículos espirituais e tentando se associar a ele, mas que serão lançados no inferno.

“Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” (Mateus 7:21-22)

Interessante que Jesus diz isso no capítulo 7 de Mateus, o mesmo texto que muitos crentes usam o primeiro versículo: “Não julgueis para que não sejais julgados”, quando querem defender alguém ou algo e não tem argumentos.

A lição que tiramos é que não cabe a nós determinar quem será salvo e quem será condenado. Não é aquilo que vemos que definirá isso, mas aquilo que Cristo fez e como Ele quer agir. Como crentes, deveríamos orar e clamar a Deus que Ele salvasse os piores humanos possíveis também. Se ele salvou a mim e a você, pode salvar qualquer um!

Que Deus te abençoe e reflita nisso!

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s