A PRIMEIRA PROMESSA DE JESUS AO APÓSTOLO PAULO

Promessas de Jesus, são paulo, aposto dos gentios

O apóstolo Paulo, até então Saulo, era um ferrenho perseguidor da Igreja, porém um dia ele teve um encontro pessoal com Jesus, na estrada à caminho de Damasco, quando teve sua vida transformada e se transformou em um dos maiores nomes do Cristianismo.

Entre esse encontro, que o deixou cego, e ele entender o que estava acontecendo e se entregar de vez ao Senhor, Paulo recebeu uma promessa de Jesus que não falhou um dia sequer em sua vida: o sofrimento!

“Pois eu mesmo vou mostrar a ele quanto deve sofrer pelo meu nome.” (Atos 9:16)

Se engana quem pensa que Jesus fez Paulo sofrer por uma vingança ao que ele já havia feito com os Cristãos, como se essa fosse uma forma de Deus puni-lo por suas atitudes pré-conversão. Pelo contrário, Jesus disse que Paulo era um “vaso escolhido para levar o seu nome aos gentios, reis e filhos de Israel” (Atos 9:15), portanto ele era alguém por quem Jesus tinha planos e uma missão.

É interessante observar que Paulo não reclamou dos seus sofrimentos, ao contrário, ele sabia que Deus também trabalhava através deles. Ele sabia ter abundância, mas também a padecer necessidades (Filipenses 4:12-13), que trazia no corpo as marcas de Cristo (Gálatas 6:16) e antes de morrer, decaptado, foi enfático ao dizer que combateu o bom combate, completou a carreira e guardou a fé (2 Timóteo 4:7).

Paulo entendeu que os sofrimentos trazem a certeza que Jesus está conosco todos os dias, o que gera a fé. Ele foi o que mais tempo passou preso e mais apanhou por conta de seu ensino, recebeu perseguição daqueles que antes o bajulavam, foi traído por companheiros de jornada e passou por maus bocados e ainda assim se manteve firme.

Os sofrimentos forjaram o caráter de Cristo no apóstolo Paulo. Por que seria diferente conosco?

Anúncios